23 maio 2017

Nesse domingo, as Tendas Irmãs da Confraria dos Pretos Velhos de Umbanda, participaram da 46ª Festa Vamos Saravá Ogum, em Osasco. Momento emocionante de muita energia e axé!

Emocionante demais!!!
Vamos Saravá Ogum - Osasco/SP
2017
Realização: União Regional Umbandista da Zona Oeste da Grande São Paulo
Simplesmente maravilhoso!
A Confraria dos Pretos Velhos de Umbanda esteve presente!




Nesse domingo, as Tendas Irmãs da Confraria dos Pretos Velhos de Umbanda, participaram da 46ª Festa Vamos Saravá Ogum, em Osasco. Momento emocionante de muita energia e axé!
Agradecemos a União Regional Umbandista da Zona Oeste da Grande São Paulo na pessoa do Pai Claudio Franco de Lima, pelo convite e organização do evento. Nossos agradecimentos a Mãe Célia e filhos do Templo de Umbanda Vovó Catarina e Baiano Zé do Coco de Carapicuíba, a Mãe Cíntia e filhos da Tenda de Umbanda Caboclo Samambaia e Vó Joana, e a Mãe Zilda e filhos da Tenda de Umbanda Pai Joaquim D'Angola e Exú Tiriri de Limeira, pelo carinho dedicação.
Que nosso Pai Ogum cubra a todos com o seu manto sagrado, e nos livre de toda demanda!
Saravá Ogum!
















Momento da entrada da imagem de Ogum no Ginásio...
Vamos Saravá Ogum!
Lindo!
"São Jorge Guerreiro aqui neste terreiro vem nos defender"
Saravá Ogum!






  











O Blog Mariano de Xangó Parabeniza a todos!

Fonte: Pai Evandro

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Oração a Pai Xangó

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins