26 janeiro 2015

Congá da TUPJAET - Tenda de Umbanda Pai Joaquim D´Angola e Exú Tiriri, preparado para a Homenagem a Oxóssi — em Limeira.


Ervas, flores e curiadores para preparação do amací







Oferenda ao Senhor Oxóssi

 Oferenda ao Senhor Oxóssi


Abertura.

  Congá da TUPJAET - Tenda de Umbanda Pai Joaquim D´Angola e Exú Tiriri, preparado para a Homenagem a Oxóssi — em Limeira.


Início da Gira de Caboclos

Início do Amací

 Início do Amací

Médiuns da TUPJAET

Oferenda ao Senhor Oxóssi

Pai Beto de Oxóssi incorporado com seu Preto Velho, Pai Joaquim

Pai Joaquim D´Angola incorporado em Pai Evandro.

Pai Joaquim D´Angola na preparação do Amací, feita dias antes da homenagem a Oxóssi e Ritual do Amací.

Pai Joaquim D´Angola.

Fotos tiradas por Carine Fernandes

24 janeiro 2015

Dia 23-01-15 a Casa de Umbanda Pai José de Araunda, realizou o toque do senhor OXOSSI as 19:30 da noite.

Dia de agradecer e pedir proteção ao povo das matas !
Oh caçador! Guerreiro de uma única flecha!
Rei das Matas, Rei da Umbanda.
Pai da Inspiração e da Esperança, daí-me as bênçãos da prosperidade e inspira-me os pensamentos do bem.
Ajuda-me no sustento da minha fé, a fim de que possa cumprir com minhas obrigações e meus deveres neste mundo.
Indica-me com sua flecha sagrada os verdadeiros caminhos da prosperidade.

Okê arô!





































Oração a Pai Xangó

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins