01 outubro 2015

Templo Estrela Verde.


W. W. da Matta e Silva foi, e é, um dos mais importantes marcos da história do Movimento Umbandista. 
Nascido em 28/07/1916 na cidade de Garanhus-PE se dirigiu para o RJ logo cedo,1921, acompanhando a família.
No ano de 1956, seguindo ordens de seus Mentores, lançou o seu primeiro livro intitulado "Umbanda de todos nós" um verdadeiro compêndio científico, histórico, e religioso sem precedentes. O primeiro livro de Mestre Matta chamou a atenção da comunidade de estudiosos da época que, baseando-se nas informações tidas no livro passaram a ver o Movimento Umbandista com um olhar mais sério e com maior interesse de entendimento e, como não poderia deixar de ser, "Umbanda de todos nós" também chamou a atenção do Movimento Umbandista, ora de forma negativa para os sem-caráter e enganadores que insistiam em chamar de Umbanda as suas loucuras enganosas, ora de forma positiva pelos milhares de sedentos da luz de Aruanda que se encontravam perdidos sem terra firme á pisar.
Seguindo as ordens do Astral e no desejo de fazer da escrita uma fonte de água pura que pudesse ajudar no melhor entendimento dos seus bem como trazer luz á escuridão de muitos, Matta acaba lançando várias outras obras pelos anos que se seguiram ao mesmo tempo em que lançava novas edições dos livros já esgotados, assim temos: "Umbanda: sua eterna doutrina" 1957, "Lições de Umbanda e Quimbanda na palavra de um Preto Velho" 1961, "Mistérios e Práticas da Lei de Umbanda" 1962, "Segredos da Magia de Umbanda e Quimbanda" 1964, "Umbanda e o Poder da Mediunidade" 1964, "Doutrina Secreta da Umbanda" 1967, "Umbanda do Brasil" 1969 que em um recorde de vendas esgotou-se em 6 meses, e em 1971 o último livro "Macumbas e Candomblés na Umbanda" que não teve outras edições, apenas a primeira.
No Acervo do Templo da Estrela Verde - TEV existem exemplares da 1° edição de todos os 9 livros lançados por Mestre Yapacani e baseando nesses indicamos sempre aos irmãos e companheiros que busquem sempre as edições mais antigas, digamos assim, das obras de Mestre Yapacani; a medida em que analisamos e comparamos as edições primeiras com as mais recentes notamos supostas "retificações" que colocam em questão algumas das muitas palavras e ensinamentos de Matta, principalmente no que diz respeito á aquelas encontradas nas partes introdutórias dessas. 
Todas as "retificações" necessárias dentro das obras de Mestre Yapacani foram feitas em vida por ele mesmo já que o próprio lançou várias edições de suas obras, não havendo hoje necessidade de retificações, nem tampouco complementações.

Luz e Paz.

Karaiman

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Oração a Pai Xangó

Juntos Somos Mais Forte!

Alguns textos, poemas e fotos foram retirados de variados
sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não
tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.
''A intenção deste blog não é de plágio, mas sim de espalhar conhecimento e manter viva a nossa historia"

Ass: Mariano de Xangó
mariano_xango@yahoo.com

O QUE SÃO OGÃNS?

O QUE SÃO OGÃNS?
Ser Ogam é muito mais do que ser aquela pessoa no fundo do Terreiro, tocando pontos para as entidades, médiuns e assistentes. Ser Ogam é participar de forma efetiva e consciente nos trabalhos. Isso exige conhecimento, humildade, concentração, responsabilidade, mediunidade e amor. O Ogam é o responsável pelo canto, pelo toque, pela sustentação, pela parte física e equilíbrio harmônico dos rituais. Diferente do que muita gente pensa, um Ogam pode incorporar, porém, a sua mediunidade manifesta-se normalmente, de forma diferente do restante do corpo mediúnico. Manifesta, principalmente, através da intuição, das suas mãos, braços e cordas vocais. Os atabaques, quando devidamente consagrados e ativados pelos Ogãns, são verdadeiros instrumentos de auxílio espiritual, pois são capazes de canalizar, concentrar e irradiar energias que tanto podem ser movimentadas pelo próprio Ogam como pelas entidades de trabalho para os mais diversos fins